19/01/2021 às 08h47min - Atualizada em 19/01/2021 às 08h47min

Variante da Covid-19: quanto mais hospitalização, mais morte haverá, diz Anthony Fauci.

Fauci disse que os EUA estão examinando atentamente novas variantes, incluindo uma identificada pela primeira vez no Reino Unido e outra cepa "mais ameaçadora" identificada na África do Sul e no Brasil.

Cristina Barroso
(REPRODUÇÃO)
Variantes mais infecciosas da Covid-19 que não são necessariamente mais mortais ainda podem causar mais mortes, disse Anthony Fauci, imunologista da Casa Branca, neste domingo (17), em uma entrevista ao 'Meet the Press' da NBC, nos Estados Unidos.

“Mesmo que preliminarmente, não é mais virulento, o que significa que não o torna mais doente ou mais provável de morrer, mas apenas pelos números sozinhos, quanto mais casos você tem, mais hospitalizações você vai ter, e quanto mais hospitalizações você tiver, mais mortes você vai ter”, disse ele.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças alertaram recentemente que as variantes do Covid-19 podem acelerar a disseminação do vírus nos Estados Unidos.
Fauci disse que os EUA estão examinando atentamente novas variantes, incluindo uma identificada pela primeira vez no Reino Unido e outra cepa "mais ameaçadora" identificada na África do Sul e no Brasil.

Os especialistas em saúde estão observando se as novas cepas podem diminuir o impacto das vacinas contra a Covid-19, o que levaria a algumas modificações nas vacinas.
Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, disse que é importante que as pessoas dobrem as medidas de saúde pública e sejam vacinadas o mais rápido possível para evitar o excesso de hospitalizações e mortes causadas por novas variantes.

Os Estados Unidos registraram 174.513 novas infecções por coronavírus no domingo, elevando o número total de casos confirmados em todo o país para pelo menos 23.933.368, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.
 

 

 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »