14/01/2021 às 15h42min - Atualizada em 14/01/2021 às 15h42min

Ditadura chinesa disse ter registrado primeira morte por covid-19 desde maio de 2020

Morte foi registrada em Hebei, uma província vizinha de Pequim

Vinicius Mariano
O ditador da China, Xi Jinping
A ditadura chinesa afirmou, nesta quinta-feira (14) que registrou a primeira morte por coronavírus desde maio de 2020, em Hebei, uma província vizinha de Pequim. Por ser uma ditadura controlada e regulamentada pesadamente pelo Estado, não há meios de se auditar se os dados da China são verdadeiros ou não, o que no mínimo levanta a suspeita de tal informação ser falsa, visto que os casos de coronavírus estão aumentando em todo o mundo, princiapalmente no Brasil, nos EUA e na Europa.

Ainda segundo a ditadura, desde o início deste mês, infecções vêm se alastrando em Hebei, principalmente na capital Shijiazhuang. Cerca de 600 infecções foram confirmadas na cidade. Autoridades locais pediram à população de 10 milhões de habitantes que realize o teste PCR duas vezes e fique em casa.

Controvérsia
Segundo médicos e jornalistas chineses que foram perseguidos pelo governo daquele país, a ditadura de Xi Jinping omitiu informações da OMS e do mundo no geral sobre o coronavírus no final de 2019, quando surgiram os primeiros casos de coronavírus. Essas informações poderiam ter poupado milhões de vida e poderiam também ter reduzido o caos social no qual o mundo se encontra hoje.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »