13/01/2021 às 09h08min - Atualizada em 13/01/2021 às 09h08min

Impeachment de Trump deve ser votado hoje

A nove dias de deixar o cargo o presidente Donald Trump passará pelo segundo pedido de impeachment em 13 meses. Mesmo que a Câmara aprove o impeachment, a Constituição dos EUA diz que o processo para tirar o presidente do cargo também deve ser votado pelo Senado.

Cristina Barroso
(REPRODUÇÃO)
A nove dias de deixar o mandato, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, poderá passar pelo segundo pedido de impeachment em 13 meses.
Nesta segunda-feira (11), a Câmara dos Representantes apresentou o pedido de impedimento contra Trump pelo crime de "insurreição", ao convocar manifestantes contra o Congresso do país na última quarta-feira (6).
O pedido é encabeçado pelos deputados democratas David Cicilline, do estado de Rhode Island, e conta com o apoio da presidente da Casa, a também democrata Nancy Pelosi.

Desde a invasão ao Legislativo, há seis dias, há um movimento crescente pelo impeachment ou afastamento do republicano Trump.  Twitter e Facebook bloquearam as contas do presidente, alertando o mundo sobre o poder da censura pelas mídias sociais.
A voz de Trump e dos conservadores precisa ser calada para alivio dos "democratas".
Tempos difíceis e sombrios vivemos agora.

Após o vice-presidente americano, Mike Pence, ignorar o prazo dado pelos democratas para invocar a 25.ª Emenda da Constituição para afastar Donald Trump do cargo, os Estados Unidos caminham hoje para um inédito segundo processo de impeachment contra um presidente.
 
O pedido dos democratas era uma forma de pressionar Pence a afastar o presidente de forma menos burocrática.
Seria uma resolução mais rápida do que enfrentar todos os prazos e trâmites do Congresso logo no início do mandado de Joe Biden.
Certo de que seus aliados não cederiam, Trump afirmou ontem no Texas - onde visitou um trecho do muro na fronteira com o México - que a chance de invocarem a 25.ª Emenda contra ele era "zero".
 
No segundo impeachment que enfrentará, Trump será acusado de "incitar a insurreição". Na Câmara, uma maioria simples de 218 votos é suficiente para aprovar o pedido - ou menos, se houver ausências no plenário. Os democratas contam com 222 cadeiras. No entanto, mesmo que a Câmara aprove o impeachment, a Constituição dos EUA diz que o processo para tirar o presidente do cargo também deve ser votado pelo Senado.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »