12/01/2021 às 19h52min - Atualizada em 12/01/2021 às 19h52min

Projeto Veritas divulga vídeo polêmico onde um indivíduo chama os americanos de "idiotas", "burros" e que seus filhos deveriam ir para campos de reeducação.

O indivíduo no vídeo ridiculariza os americanos como “idiotas” antes de elogiar Washington, DC - uma das cidades democratas mais esquerdistas e partidárias da América - como povoada por residentes “educados”.

Cristina Barroso
Breitbart
(REPRODUÇÃO)
O Projeto Veritas divulgou um vídeo polêmico na terça-feira, onde um homem - identificado pela organização de mídia independente como Michael Beller, principal advogado da PBS - diz em vídeo que os filhos de apoiadores do presidente Donald Trump deveriam ser presos e colocados em “campos de reeducação. ”
“Mesmo se Biden vencer, nós vamos para todos os eleitores republicanos, e a Segurança Interna levará seus filhos embora, e nós colocaremos [os filhos dos apoiadores de Trump] em campos de reeducação”, o homem, identificado como Beller no sem data vídeo, diz.
 
 Os apoiadores de Trump estão criando “filhos horríveis” que se tornarão “pessoas horríveis”, continua ele.
“Crianças que estão crescendo, não sabendo nada além de Trump, [apoiadores de Trump] estarão criando uma geração de pessoas horríveis intolerantes, crianças horríveis.”

O indivíduo no vídeo ridiculariza os americanos como “idiotas” antes de elogiar Washington, DC - uma das cidades democratas mais esquerdistas e partidárias da América - como povoada por residentes “educados”.
“Os americanos são burros pra caralho. Você sabe, a maioria das pessoas é burra ”, diz o homem. “ É bom viver em um lugar [como DC] onde as pessoas são educadas e sabem das coisas. Você poderia imaginar se você vivesse em uma dessas outras cidades ou estados onde todo mundo é simplesmente estúpido? ”


 
O indivíduo diz que a disseminação do COVID-19 em “estados vermelhos” é “grande” porque tanto dissuade os republicanos de se manifestarem para votar enquanto aflige e mata outros republicanos.
“O que é ótimo é que o COVID está disparando em todos os estados vermelhos, agora”, ele comenta. “Então, isso é ótimo,  porque ou essas pessoas não vão votar em Trump, você conhece os estados vermelhos, ou muitos [apoiadores de Trump] estão doentes e morrendo.”

A PBS, um meio de comunicação de esquerda, se beneficia do status 501 (c) (3) de caridade junto ao IRS por meio de sua Fundação PBS, uma organização nacional guarda-chuva que apóia suas afiliadas locais. Seu registro como uma instituição de caridade fornece à PBS isenções de impostos federais sobre a renda, ao mesmo tempo em que permite a emissão de recibos de caridade para doações de seus benfeitores. Também recebe financiamento direto do governo federal, com suas afiliadas locais recebendo vários fundos de governos estaduais e locais.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »