12/01/2021 às 09h18min - Atualizada em 12/01/2021 às 09h18min

Ford encerra atividades no Brasil.

A montadora irá encerrar as operações das fábricas de Camaçari, na Bahia, de Taubaté, no interior de São Paulo, e da marca de jipes Troller em Horizonte, no Ceará.

Cristina Barroso
(REPRODUÇÃO)
A Ford nesta segunda-feira, (11), comunicou oficialmente o encerramento de toda a operação fabril da marca no Brasil.
A partir de agora, sobram inúmeras dúvidas acerca do futuro da companhia no país e dos impactos da decisão para o setor, que vive uma forte transformação: definitivamente, o mercado brasileiro não será mais o mesmo.

A montadora irá encerrar as operações das fábricas de Camaçari, na Bahia, de Taubaté, no interior de São Paulo, e da marca de jipes Troller em Horizonte, no Ceará. A companhia possui pouco mais de 6.000 funcionários no Brasil e a maior parte deve ser dispensada ao longo de 2021. Uma pequena parcela continuará trabalhando na sede administrativa em São Paulo, que seguirá como escritório central da marca na região.

No anúncio da decisão, Lyle Watters, presidente da Ford na América do Sul, destacou que, após reduzir custos em "todos os aspectos do negócio" e encerrar produtos não lucrativos, incluindo o fim da produção de caminhões - o que gerou melhora de resultados nos últimos quatro trimestres -, o ambiente econômico desfavorável, agravado pela pandemia, deixou claro que seria necessário "muito mais" para dar sustentabilidade e rentabilidade à operação.

A montadora promete colaborar com "alternativas possíveis e razoáveis" para que partes interessadas adquiram as instalações que estão sendo fechadas.

A multinacional sustentou que todos os seus negócios são constantemente avaliados dentro de uma meta que visa a um fluxo de caixa forte e sustentável, mirando uma margem de rentabilidade medida pelo Ebit (lucro antes de despesas financeiras e impostos) de 8%.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »