11/01/2021 às 13h15min - Atualizada em 11/01/2021 às 13h15min

Ações do Twitter despencam 10% após ofensiva contra liberdade da rede

Banimento da conta de Donald Trump e demais usuários conservadores acendeu o alerta sobre a censura na plataforma, que não é bem vista por anunciantes

Vinicius Mariano
As ações do Twitter despencaram, nesta segunda-feira (11), 10% na New York Stock Exchange, a bolsa de Nova Iorque. A queda se deu, segundo analistas, depois da plataforma ter banido permanentemente a conta de Donald Trump, o que acendeu o alerta sobre censura de perfis influentes nas redes sociais, algo que não é bem visto pelos acionistas e pelos anunciantes, que sustentam a plataforma.

As ações do Facebook também apresentaram queda, mas menor: a empresa se desvalorizou aproximadamente 5% após as ações de censura contra Donald Trump. 

De acordo com informações da Business Insider, as ações do Twitter caíram por conta dos investidores temerem que a proibição de Trump corroa o interesse na plataforma e leve a boicotes entre aqueles que veem a decisão como politicamente motivada e uma maneira de silenciar uma grande voz conservadora.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »