11/01/2021 às 10h18min - Atualizada em 11/01/2021 às 10h18min

Parler é expulso da Amazon

Empresa também sofreu revés no Google e na Apple, que baniram o aplicativo de suas plataformas

Vinicius Mariano
A gigante de tecnologia Amazon, de Jeff Bezos, decidiu expulsar a rede social Parler de sua plataforma de hospedagem de serviços. A justificativa da Amazon foi a "a crescente ameaça à segurança pública dos Estados Unidos na plataforma", am alusão à invasão do grupo Antifa ao Congresso Americano na semana passada.

Esse, no entanto, não é o primeiro revés que o Parler sofreu neste mês. Também na semana passada, o Google e a Apple removeram o aplicativo da rede social de suas lojas de aplicativos, limitando os usuários que podiam acessá-lo.

Assassinato de reputações
Após os banimentos do Google, Apple e Amazon, John Matze, CEO do Parler, disse que a rede social começou a perder todas as suas parcerias, como contratos de serviços e até advogados: “Todos os fornecedores, desde serviços de mensagens de texto até provedores de e-mail, até nossos advogados, também nos abandonaram, no mesmo dia”, disse Matze.

Matze explica ainda que a Parler ficará fora do ar por até uma semana, enquanto eles “recomeçam do zero”. Porém, o executivo destaca a grande dificuldade para isso, já que nenhuma empresa aceita fazer contrato com a rede social: “Vamos tentar o nosso melhor para voltar a funcionar o mais rápido possível, mas estamos tendo muitos problemas porque todos os fornecedores com quem falamos dizem que não trabalharão conosco. Porque se a Apple não aprovar e o Google não aprovar, então eles não vão.”
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »