21/12/2020 às 20h41min - Atualizada em 21/12/2020 às 20h41min

Jornalista Oswaldo Eustáquio foi hospitalizado às pressas em Brasília

Jornalista foi preso por decisão arbitrária do ministro Alexandre de Moraes, do STF

Vinicius Mariano
Gazeta Brasil
O jornalista Oswaldo Eustáquio foi hospitalizado às pressas no Hospital de Base do Distrito Federal na noite da última segunda-feira (21). A informação foi dada nas redes socais pela assessoria de imprensa do jornalista.

Ainda segundo a assessoria, o jornalista está no centro de traumas do hospital.

De acordo com a esposa de Eustáquio, Sandra Terena, os agentes da Polícia Penal lhe disseram informalmente que Oswaldo teria se machucado em “uma queda no vaso sanitário”.

“Não consegui confirmar com ele o que aconteceu”, disse Terena em entrevista ao jornal Metrópoles. “Eu não fui avisada oficialmente, vim pra cá por causa de um boato e confirmei que ele está aqui, mas eu não tive acesso a ele. Estou na recepção central e o vi de longe no centro de traumas, vi por uma fresta”, contou ela ao Metrópoles.

“Não consegui confirmar com ele o que aconteceu”, lamentou ela, que diz que o marido vinha sofrendo ameaças, inclusive de morte, mas que teve ajuda negada pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, onde a própria Sandra Terena foi secretária até meados deste ano.

“Ele, que é jornalista profissional, pediu para entrar num programa de proteção a comunicadores ameaçados, mas obteve negativa”, contou ela do hospital ao Metropoles.

Na sexta-feira (18), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou a prisão preventiva de Oswaldo Eustáquio.

A medida foi tomada porque ele, que é investigado no inquérito ilegal dos supostos atos antidemocráticos, não estaria cumprindo restrições impostas pelo magistrado.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »