07/12/2020 às 19h09min - Atualizada em 07/12/2020 às 19h09min

Anvisa reage à fala de Doria sobre vacina em janeiro

Vinicius Mariano
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) divulgou, nesta segunda-feira (7), uma nota dizendo que faltam vários passos para que a vacina chinesa  (Coronavac), desenvolvida pela startup da China Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, obtenha o registro que autoriza sua aplicação.

A agência disse, ainda, que não recebeu do governo de SP os dados da fase 3 de testes clínicos da vacina, que é a etapa final que ocorre antes do registro. Além disso, também disse que o relatório da inspeção na fábrica da Sinovac - também importante etapa do registro - pode ficar pronto somente em janeiro.

"Não foram encaminhados dados relativos à fase 3, que é a fase que confirma a segurança e eficácia do medicamento. Esse dado é essencial para a avaliação tanto de pedidos autorização de uso emergencial quanto pedidos de registro", diz a nota da agência sanitária.

O anúncio da ANVISA ocorreu após o governador João Doria afirmar, nesta segunda (7), que a vacinação em São Paulo começará no dia 25/01, aniversário da capital de SP, apesar da falta de registro e da divulgação de dados científicos de eficácia. Segundo Doria, "todo brasileiro poderá receber as doses".
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »