06/12/2020 às 17h29min - Atualizada em 06/12/2020 às 17h29min

Milhares de americanos se manifestaram neste domingo (6) em Washington,D.C. "Não vamos tolerar eleições fraudadas e corruptas"!

Os democratas "estão tentando impulsionar Joe Biden ao poder o mais rápido possível, porque sabem que o furto da eleição vai aparecer com o tempo", disse Ross, sob seu boné rosa "Mulheres por Trump".

Cristina Barroso
(REPRODUÇÃO)

Milhares de eleitores de Donald Trump fizeram uma manifestação pacífica e festiva em Washington, D.C., no sábado (14), exceto por alguns incidentes registrados no final, causados por um grupo de antifas apoiadores do candidato democrata.

Os manifestantes expressaram seu "amor" pelo atual presidente que será reeleito apesar da "fraude" eleitoral.

Através de vídeo Trump fez gravíssimas acusações confirmando a fraude eleitoral e conclamando o apoio do povo americano.

Em um mar de bandeiras americanas, bonés vermelhos e faixas denunciando a "fraude" das eleições, pelo menos 10.000 pessoas se reuniram na Praça da Liberdade, a poucos quarteirões da Casa Branca.

Em seu trajeto para o golfe, o presidente republicano, que ainda aguarda o resultado oficial das apurações que estão sob investigação, saudou os manifestantes.
O comboio presidencial passou diante dos manifestantes, que gritaram: "Mais quatro anos! Mais quatro anos!", ou "EUA! EUA!".

Uma cena incomum no coração da capital americana, onde a população não está acostumada e não aceita fraude em eleição.

"O presidente Trump merece ver quem o apóia, sentir o amor que temos por ele", disse Kris Napolitana, 50, que mora em Baltimore.

Outros, como Pam Ross, que dirigiu por mais de oito horas de Ohio, no norte do país, chegaram de pontos ainda mais distantes, para participar destes protestos convocados por diferentes grupos de todo o país.

Os democratas "estão tentando impulsionar Joe Biden ao poder o mais rápido possível, porque sabem que o furto da eleição vai aparecer com o tempo", disse Ross, sob seu boné rosa "Mulheres por Trump".

Pelo Twitter, o presidente saudou as manifestações em sua homenagem e aproveitou para reiterar suas denúncias graves de fraude eleitoral, da qual é vítima.
"Centenas de milhares de pessoas mostram seu apoio em (Washington) DC. Eles não vão tolerar uma eleição fraudulenta e corrupta!", tuitou à tarde.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »