28/07/2020 às 18h24min - Atualizada em 28/07/2020 às 18h12min

SAIA DE CASA

Sim, você precisa!

DO AUTOR
Kaio Lopes
(REPRODUÇÃO)
Te mandaram ficar em casa. Fecharam a porta na sua cara. Disseram que seu emprego não valia nada. Te deram, em troca, uma obrigatória morada. Orientaram que tu não deve sair. Mas, relaxa, enquanto tu se tranca, a lojinha que lhe banca vai falir. E aí, de que modo vão corrigir? Seu negócio vai diluir e suas roupas ninguém vai vestir. Claro, porque, além de ti, tem outro alguém que tá preso ali. E pior: sem sorrir. 

Chamaram sua sobrevivência de importante, sem sequer tê-la conhecida antes. Fingiram que era só por um instante. O instante, de repente, já é distante. Enquanto isso, prometeram que salvariam muitas vidas, dentre elas, a sua, querida. Depois disso, mil mortes por dia e sua vida mais perdida. E melhor: chamam sua ida de bandida.

Te explicaram que contigo trancado, não haveria vírus circulando. Como se ''o china'' fosse discreto, esperasse por fulano. Deram a ele foi espaço e o danado está se aproveitando.

Sua ida é que é guerreira. Troca o sono pela canseira e traz sustento pra família inteira. E, às vezes, quando dá, contorna a esquina da labuta e chega no ponto da recompensa, encontra lá uns amigos de carreira e toma algumas pra esfriar a temperatura da fogueira.

Sua volta é que é a medida certa: estampa a ferida aberta, esquenta seus filhos com a coberta, diz a eles que esperem até o calendário mudar pra alguma moeda poder lhes dar. Seu retorno é que é esperto, desperta às 04:00 e divide com a massa uns metros quadrados. Quando senta, se levanta, porque parar é o que lhe espanta. 

Te tiraram a liberdade, lhe puseram de covarde. E fizeram um alarde com a sua vontade. Tua vontade é que tem coragem, virou as costas pra essa chantagem e, de quebra, lhe trouxe vantagem: o preço da sua saída é o benefício da sua passagem.
Link
Kaio Lopes

Kaio Lopes

Crônicas e posições em geral.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »