09/06/2022 às 18h57min - Atualizada em 09/06/2022 às 18h49min

Filhos na Escola: Estudo de Línguas

www.estudosdabiblia.net
Dennis Allan
O estudo de línguas, começando com a língua materna, é parte fundamental de uma boa educação. A capacidade de comunicar em uma língua comum é importante para a coesão de um povo. A habilidade de comunicar em outros idiomas abre acesso a pessoas de outras nações. O estudo de línguas antigas, especialmente hebraico e grego, aumenta a capacidade de compreender a Bíblia. Pais, reconhecendo seu papel fundamental na educação dos filhos, devem priorizar o estudo de línguas.
 
A capacidade de comunicar verbalmente foi um dom de Deus aos seres humanos quando ele criou o primeiro casal (Gênesis 1 e 2). Desde a Criação, a palavra (falada ou escrita) tem sido o principal meio da ação divina e da sua revelação aos seres humanos. Paulo escreveu: “E, assim, a fé vem pelo ouvir, e o ouvir, pela palavra de Cristo” (Romanos 10:17). Outro autor afirmou: “Antigamente, Deus falou, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, mas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas e pelo qual também fez o universo. O Filho, que é o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela sua palavra poderosa, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas” (Hebreus 1:1-3). Para compreender a vontade de Deus, precisamos compreender a comunicação verbal.
 
Pais devem ajudar seus filhos a aprimorarem sua comunicação de várias maneiras. Entre elas estão:
 
A Compreensão de Leitura. A leitura da Bíblia e a análise de ensinamentos religiosos exigem a compreensão de palavras. Pais que leem frequentemente aos filhos, desde a infância, e conversam sobre as leituras (sejam bíblicas ou de livros saudáveis e edificantes) contribuem à capacidade do aluno. Filhos que não aprendem como compreender textos se tornam presa fácil para enganadores.
 
A Capacidade de se Expressar. A paciência e atenção dos pais às palavras dos filhos incentivam o aperfeiçoamento de suas habilidades verbais. Cristãos compartilham com outros as boas novas da salvação em Cristo, e precisam saber como falar. Paulo incentivou o jovem Timóteo a se dedicar à leitura, referindo-se à leitura pública das Escrituras (1 Timóteo 4:13). Pais, aproveitem oportunidades para ensinar seus filhos como falar e escrever, pois são habilidades valiosas no serviço a Deus.
 
Pais que educam seus filhos valorizam a comunicação em palavras.
Link
Tags »
Leia Também »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.