28/04/2022 às 19h09min - Atualizada em 28/04/2022 às 19h00min

Filhos na Escola: O Estudo de Ciências Naturais (1)

www.estudosdabiblia.net
Dennis Allan
Entre as matérias estudadas em praticamente todas as escolas estão as Ciências Naturais. Desde os primeiros anos do Ensino Fundamental, alunos aprendem sobre a biologia, química, geologia etc.

Especialmente quando se trata das diferenças entre a fé na Evolução e a fé na Criação, muitos têm apresentado o conflito como a diferença entre fatos científicos e mitos supersticiosos de religiosos iludidos. Com esta abordagem, cria-se uma barreira que impede compreensão, diálogo e análise objetiva de evidências. Alunos nas escolas, especialmente filhos de pais cristãos, frequentemente ficam confusos com uma aparente contradição entre Ciência e Fé. Pais informados e preparados podem e devem ajudar.

Pais devem ajudar os filhos a compreenderem uma distinção que muitos dos seus professores não entendem ou não esclarecem. Dr. Joshua Gurtler, cientista de pesquisa na USDA (Departamento de Agricultura dos EUA) explica: “Em termos gerais, existem dois tipos de ciência hoje – apenas um segue o método científico; ciência operacional. A ciência operacional...conduz experiências para determinar como processos naturais funcionam. Por outro lado, a ciência de origens (que inclui Neodarwinismo) não utiliza o método científico; pelo contrário, ela emprega suposições baseadas em evidência circunstancial para explicar o que aconteceu no passado. Conflitos entre crentes e descrentes se levantam, não baseados na ciência operacional, e sim baseados na ciência de origens. Isso porque esses dois grupos começam em pontos iniciais diferentes. Descrentes começam com uma perspectiva puramente naturalística do mundo, enquanto crentes começam com uma perspectiva bíblica do mundo” (Gurtler, “Finding God in Science”, Truth Magazine, outubro 2021, página 25).

Alunos precisam entender que os fatos comprovados cientificamente não contradizem as Escrituras. Nem os ateus nem os cristãos estavam presentes para ver o início do Universo. Os ateus depositam sua fé em teorias de acontecimentos por acaso não guiados por nenhum ser inteligente. Cristãos e muitos outros olham para as mesmas informações e enxergam evidências da existência de um Criador inteligente. O conflito não é entre provas científicas e superstições religiosas, e sim entre dois sistemas de fé.

Davi olhou para as mesmas evidências há 3000 anos e escreveu: “Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos” (Salmo 19:1).
Link
Tags »
Leia Também »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.