22/07/2020 às 22h41min - Atualizada em 22/07/2020 às 22h37min

A volta do Paulistão e a Rede Globo.

Paulo Brightmore
Ainda sofrendo com as consequências da pandemia, o esporte brasileiro vai retomando as suas atividades aos poucos. Depois de assistirmos o retorno do futebol Carioca, chegou a vez da volta do campeonato Paulista 2020.  

E já de cara teremos um Dérbi, com Corinthians x Palmeiras se enfrentando, daqui a pouco, às 21h30 (Brasília), na Arena de Itaquera. Os Corinthianos chegam pra essa partida sobre forte pressão e o técnico Tiago Nunes já pode perder o seu emprego se o resultado for ruim. Já a situação dos Palmeirenses e do treinador Vanderlei Luxemburgo segue bem mais tranquila.  

Falando em Campeonatos Estaduais, uma situação me causou estranheza em relação ao tratamento que a Rede Globo de televisão fez do Carioca e faz do Paulista. O do Rio teve o retorno no dia 18 de junho, e foi questionado, criticado, comentaristas e apresentadores se revezavam para bater e falar mal até chegar no argumento definitivo: 274 mortes por COVID-19 no dia 18/06. Hoje o Paulistão retorna com um número de mortes por COVID-19 de: 383 mortes. Esses 109 óbitos a mais não sensibilizou a “Vênus Prateada” que faz campanha enaltecendo a volta dos jogos, com vinhetas, programas e seus comentaristas elogiando. Chega ser ridículo a forma como “jornalistas” mudam de opinião de acordo com os próprios interesses e acham que somos todos idiotas e que não estamos observando isso. 

E a Globo deve seguir com os imbróglios judiciais pela transmissão do Brasileirão. Tudo reflexo da Medida Provisória 984/2020, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, e que passa a dar aos mandantes o direito de transmitir seus jogos. A Globo tem acordo com todos os clubes da Série A, exceto o Red Bull Bragantino, para jogos em TV aberta. Já em TV fechada, seu braço esportivo SporTV tem a Turner como concorrente. O grupo americano mantém contrato com oito agremiações (Palmeiras, Bahia, Santos, Ceará, Fortaleza, Athletico-PR, Internacional e Coritiba) e, em tese, só poderia transmitir as partidas entre eles (56 no total). No entanto, a Turner, que é dona da marca Esporte Interativo e que transmite jogos no canal TNT, agora pretende se valer da MP para mostrar todos os jogos de seus clubes como mandante, inclusive aqueles contra times “da Globo”, podendo chegar a até 152 transmissões. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »

Você votaria em Bolsonaro para Presidente em 2022?

90.2%
9.8%