12/04/2021 às 12h30min - Atualizada em 12/04/2021 às 12h16min

As consequências da fraudemia

Na história da humanidade, a linha do tempo, foi marcada por diversas passagens de extrema necessidade do evangelho em prática. Estamos atravessando um desses pedaços da linha. Sentir, viver e levar a mensagem de Jesus para todos e em todos os lugares é o dever de cada cristão nesse momento tão delicado para todas as religiões (cristãs), para todos aqueles que desejam e necessitam do religare.

Claudia Ribas
No ano passado, com o primeiro lockdown, perdi o sono e virei noites (por meses). Insônia não é uma amiga "bacanuda", não faz bem à pele, ao corpo, para a mente e muito menos à alma. Quem faz projeção astral e conhece o assunto sabe do que estou falando. Com o tempo consegui me organizar e voltei a dormir durante à noite. Agora tudo se repete e cá estou "euzinha" super acordada, acumulando olheiras... 

Legal quando os conselheiros de plantão falam: Medita, faz mantra, relaxa, visualiza, faz ho'ponopono, reza, blá, blá, blá... faço tudo isso e outras coisas (risos) até cortar mais de um palmo do cabelo na madrugada (loucura que não indico a ninguém). 

As consequências da fraudemia são tortuosas. O vírus é real, como também tantas outras coisas nocivas são reais e estão instaladas no nosso cotidiano.
Chegamos no pico do apocalipse e estamos (todos) vivendo o The day afther, o Titanic... mas, todos os dias, temos que lutar, desenvolver automotivação, sacar a resiliência (fazer bom uso dela), motivar, despertar os espectadores a tornarem-se autores de uma nova história, desmistificando narrativas e algozes.

Às vezes é necessário que o mal chegue ao excesso, para se tornar compreensível a necessidade do bem e das reformas.
Livro dos Espíritos - Questão 784.


De tempos em tempos o mal chega ao excesso... do Coliseu ao Maracanã, nada mudou. Mudam-se as roupagens, mas o mal tem perdurado de forma crescente e, claro, ele é cruel.


Se não despertarmos logo em Si Mesmolândia, estamos fadados à Miseriápoles.
O mundo é bom, só está mal frequentado. O vilões são muitos, mas os bons são a maioria.

Não desista das batalhas. A guerra é feita de batalhas. Vamos perder algumas e vencer outras. Se estamos aqui, nesse momento, esse é o nosso trabalho. Nenhum de nós entrou de gaiato, foi tudo combinado e aceitamos. Somos pedras brutas em autolapidação. 

"O bem, a força, a inteligência, o amor e a paz interior são também contagiosos."

Na história da humanidade, a linha do tempo, foi marcada por diversas passagens de extrema necessidade do evangelho em prática. Estamos atravessando um desses pedaços da linha. Sentir, viver e levar a mensagem de Jesus para todos e em todos os lugares é o dever de cada cristão nesse momento tão delicado para todas as religiões (cristãs), para todos aqueles que desejam e necessitam do religare. 
Os que proíbem a abertura dos templos sabem e conhecem o poder de uma egregóra, o poder do exercício da oração coletiva dentro dela, o magnetismo dos rituais sagrados...

Já é manhã do dia 12 de abril de 2021.
Paz, luz, sabedoria e saúde para todos nós.

Até a próxima.

 
Link
Claudia Ribas

Claudia Ribas

Professora, Gestora de RH, Escritora.

Relacionadas »
Comentários »