25/01/2021 às 09h16min - Atualizada em 25/01/2021 às 08h42min

OS POBRES NÃO SÃO O QUE ELES PENSAM.

As oligarquis socialistas e a defeza aos pobres

terça livre - tributação
google
A verdade é que a maioria dos brasileiros, são pobres ou medianos, negros e brancos no mesmo páreo, são todos iguais em direitos e condições.
A base para alavancagem do nível de acesso ao trabalho, ao empreendedorismo, à geração de empregos em fim, geração de qualquer tipo de riqueza de maneira licita ainda continua sendo a trave, a  educação formal de má qualidade, que ao invés de formar deforma.

Os pobres brasileiros, são os trabalhadores que matam um leão por dia, enfrentando longas horas de transporte coletivo de má qualidade, arriscando sua própria vida para receber um salário mínimo e garantir um aposentadoria previdenciária aos 60 anos. Para os hipócritas,  estes não interessam, contribuem para o “capitalismo imperialista”, o qual permite através das altas taxas de tributo sustentar a máquina pública inchada de altos subsídios além dos penduricalhos que contribuem para o luxo do parlamento e do judiciários  e ainda sustentam os programas em forma de auxílios que ajudam  outras milhares de famílias mais pobres ainda.

Os pobres  “ São mães e pais que deixam de educar seus filhos, para lhes proporcionar o básico e que todos os  dias corre o risco de perder seus filhos para o tráfico nos morros e na grandes metrópoles brasileiras. 
Por causa de Leis desnecessárias como o Estatuto da Criança e do Adolescente, os mesmos perdem sua autonomia produtiva e a oportunidade de aprender uma profissão e se inserir no mercado de trabalho formal no inicio da sua juventude .  Sem dinheiro, sem expectativa e com a  ausência dos pais muitas  crianças e adolescente são recrutado e explorados pelos traficantes

 Os pobres brasileiros, são os que trabalham, vivem com o mínimo, ou com migalhas caídas da mesa daqueles os quais são sustentados com autos subsídios gerados pelo suor dos pobres trabalhadores, os  detentores do poder e defensores do Estado grande.

Segundo matéria publicada pela revista Terça livre “a carga tributária hoje está em aproximadamente 36% do PIB. O número de impostos está por volta de 54”. 54 formas de cobrança, muitas vezes sobrepostas como uns dominó, que chega a dobrar ou até triplicar o valor do produto final ao consumidor.

Os Socialistas como João Doria e seus seguidores  acham mesmo que dinheiro dá em árvore, ou quem sabe cai do céu. Após reduzir a produção do Estado de São Paulo com intervenções nada republicanas, entre elas o lockdawn que proibiu e forçou o fechamento do comercio, quem diria! Teve uma surpresa quando  percebeu que a arrecadação do seu Estado tinha caído, então resolveu aumentar os impostos e retirar os benefícios dos portadores de deficiência física. Mas parece realmente normal para eles, afinal estão aumentando impostos para os burgueses em que nada tem haver com o consumidor e com o trabalhador. Só que não. Todo e qualquer taxa tributária impacta diretamente primeiro, no consumidor que pagará um valor mais alto pelo produto. Segundo, no empregado que será demitido com a queda nas vendas dos produtos mais caros.

É normal que os socialistas criam essa dinâmica econômica, pois de fato não sabem o que é trabalho, nem o que é sustentar uma empresa e muito menos como funciona o sistema capitalista.
Os pobres brasileiros, são guerreiros e guerreiras que lutam todos os dias para sobreviver em todos os rincões desse país, segurando as empresas, sustentando a si e a oligarquia socialista que insiste em se utilizar dos pobres para se fazer fortes em sua incapacidade cognitiva e racional, o que prova que a covardia e autoritarismo são suas principais ferramentas de poder.     

Os pobres brasileiros não precisam de bolsa assistencialista, precisam de condições para produzir riquezas suficiente para se sustentar com dignidade, pois só se combate  a pobreza com produção de riquezas, os pobres precisam de respeito de seus representantes, precisam de mais Brasil e menos Brasília.
 
Link
Horacia Alves Lopes

Horacia Alves Lopes

Empreendedora digital na área de assessoria em gestão social de pequenos negócios,

Tags »
Relacionadas »
Comentários »