08/10/2020 às 12h37min - Atualizada em 08/10/2020 às 12h34min

Pinóquio, o mais sombrio da Disney.

Pinóquio traz ao público uma verdade sólida: a felicidade é apenas para algumas pessoas, e não para todos.

Ben Sweetwood da Generation Films
Claudia Ribas
Esse artigo é baseado em um documentário realizado por Ben Sweetwood da Generation Films - O Pinóquio da Disney de 1882 de Carlo Collodi. - Um filme importante que proclama os males de Holywood, muito antes dos Harveys Weinstein do mundo serem revelados ao público geral.

Pinóquio é, provavelmente, o mais sombrio de todos os filmes da Disney... O filme conta a maior verdade de todas e, ao fazê-lo, faz jus ao seu nome. Enquanto todos os outros filmes da Disney exibem a mentira do “felizes para sempre”, Pinóquio traz ao público uma verdade sólida: a felicidade é apenas para algumas pessoas, e não para todos. E para aqueles que conseguem, é preciso mentir para obtê-la. É preciso dor, sangue, suor, lágrimas e abuso antes de chegar lá e, quando isso acontece, faz-se uma cicatriz. Já o resto… eles são postos para trabalhar como escravos e aqueles que têm a capacidade de protestar contra as condições em que vivem são silenciados. O filme faz um bom trabalho em contar a verdade em camadas subliminares, porque é a história mais sombria já contada pela Disney. No final, as únicas pessoas felizes são Pinóquio e Geppetto. Todo mundo está miserável. Vamos para a analise:

O Filme começa com o Grilo Falante, um grilo que fala cantando a música de quando se faz um pedido a uma estrela. O Grilo começa a nos contar a história de um desejo que se tornou realidade. A história começa na loja do solitário carpinteiro Geppetto, onde ele acabara de trabalhar em uma marionete de um garoto que ele chama de Pinóquio. Ele então faz um pedido a uma estrela, que Pinóquio fosse um garoto de verdade. 
A ideia não é sugerir que existe alguma coisa má ou nefasta sobre Geppetto. Ele parece apenas ser uma figura paterna e solitária. Existe algumas coisas assustadoras sobre ele, como ele ser desejoso de um garoto e seu peixe predador sexual de estimação, mas vamos atribuir isso a sua solidão e nada mais.
De qualquer forma, naquela noite uma Fada Azul desce do céu e concede o desejo do Geppetto: Trazer o Pinóquio à vida e informá-lo que ele não é um garoto de verdade, mas que pode se tornar um sendo um garoto corajoso, verdadeiro e altruísta. Ou em outras palavras, provando seu caráter moral. 
- "Você deve aprender escolher entre certo e errado." - A Fada diz para ele.
A qual é a verdadeira mensagem aos jovens espectadores desse filme.
- "Como vou saber? - Ao que respondeu Pinóquio.
A Fada Azul exclama:
- "A sua consciência lhe dirá!"
Assim ela designa Grilo Falante ao papel de consciência do Pinóquio. Esse é o primeiro aspecto da narrativa bíblica no filme. Ela diz para o Grilo:
- "Eu lhe nomeio consciência do Pinóquio. Senhor detentor de todo conhecimento do certo e do errado, conselheiro nos momentos de tentação, e guia pelo caminho estreito."
A quais personagens da Bíblia são consedidos esse tipo de responsabilidade? Bem, um deles, os profetas, mas vamos dar uma olhada na linguagem:
"Senhor detentor de todo conhecimento do certo e do errado."
Quem poderia ser o senhor detentor de todo conhecimento? Seria o próprio Deus.
Então quem é o Grilo?
Qual é o seu papel?
Jiminy Cricket (Grilo Falante).
Jiminy Cricket (Jesus Cristo).
Essa não é a primeira vez que ouvimos esse nome. Vamos voltar a um ano antes de Pinóquio ser lançado, ao Mágico de Oz. Ou a três anos antes - 1937, à Branca de Neve.
"Jiminy" é uma forma de eufemismo, ou uma pronunciação errônea proposital de uma palavra tabu ou blasfêmia. Jiminy Cricket é uma forma eufêmica para Jesus Cristo.
Para Pinóquio se tornar um garoto de verdade, deve seguir os caminhos de Jiminy. Seja como for, a Fada sai e Geppetto leva Pinóquio para a cama com ele, porque é isso que figuras paternas fazem. No dia seguinte, Geppetto manda o Pinóquio para a escola. Perceba que a primeira coisa que é dada a Pinóquio no seu caminho para o mundo: é a maçã. As maçãs são comumente conhecidas por ser algo que seus alunos levam para os seus professores, mas, notem é também conhecida como o fruto proibido que Adão e Eva comeram contra a vontade de Deus no Jardim do Éden.
Geppetto diz para Pinóquio:
- "Agora, dê uma voltinha, deixe-me te ver bem." - Enquanto ri prazerosamente porque é isso que as figuras paternas solitárias fazem com seu garoto marionete que acabou de ganhar vida.
No caminho de Pinóquio para a escola, dois valentões, uma raposa, João Honesto e um gato (o Gideão), instantaneamente o observam e percebem que eles podem usá-lo como um fantoche no show de marionete de Stromboli, ou na indústria de entretenimento. O João conta para o Pinóquio de um  caminho fácil como ator e morde a maçã. Aqui nós vemos algumas imagens perturbadoras. Primeiro de Gideão, que depois de tirar a poeira do traseiro de Pinóquio, está aparentemente encantado por ele, mas então é avisado que está apenas enfiando a mão no bolso dele para roubar. Antes de descartar isso como interpretar sobre isso? 
A seguir, enquanto João faz promessas a Pinóquio sobre fama e luzes, diz que ele é um ator nato:
- "Com essa personalidade, esse perfil, esse físico."
E então bate na bunda dele. Por que essas características importam em um ator infantil? Por que enfatizar aquela parte do corpo de Pinóquio?
É perturbador e mais do que um jogo sútil dos cineastas, enviar uma mensagem do que é Hollywood, mesmo naquela época. O corpo de uma pessoa é trocado por fama e fortuna. É disso que se trata Hollywood. 
Eles pulam para o mundo da fama cantando:
- "...a vida de um ator pra mim..."  Atenção na letra, a música é alegre, promete ganhos materiais para o ator:
- "Um chapéu de seda de alta qualidade e uma bengala de prata, um relógio de ouro com pulseira de diamante."
Essas são as promessas feitas por Hollywood para os jovens a fim de atraí-los e usá-los para o seu próprio ganho. A música é sarcástica:
- "É ótimo ser uma celebridade, a vida de uma ator para mim."
É tão claro o quanto os cineastas estão diretamente atacando Hollywood e seus segredos obscuros. Como um adendo recordem quando o Grilo aparece e assobia para o Pinóquio se aproximar dele. Observe o contraste, o Grilo está numa planta verde agradável aos olhos, é a imagem de um jardim, vemos pastos verdejantes ao seu redor, o Grilo adverte o Pinóquio para tomar cuidado com a tentação, assim como Adão e Eva foram advertidos no Jardim do Éden. Aos mesmo tempo pode se ver que há um pouco de verde ao redor de João e de Gideão, o solo é propositalmente marrom, cinza e opaco. Também notem os nomes João Honesto e Gideão. João Batista é um personagem significativo no Novo Testamento e Gideão é o nome de um herói de guerra do Antigo Testamento. Ambos têm nomes que sugerem confiabilidade, talvez simbólicos pelo encanto das luzes em Hollywood. Por fim o Grilo não pode persuadir Pinóquio a segui-lo, e então ele sai com João e Gideão para o show de marionetes. A medida que eles se distanciam do Grilo, claramente se afastam do estado de jardim para um lugar desprovido de vida vegetal, completamente feito por humanos. Pinóquio se junta ao show de Stromboli e é apresentado como a única marionete que pode cantar e dançar sem cordas. Durante todo o show Pinóquio está em meio a exploração sexual apesar de ser apenas um garoto. Mas ele não é apenas um garoto porque ele é um fantoche e em Hollywood está tudo bem fazer o que quiser com seus fantoches. Pinóquio termina com a fala:
- "Não há cordas em mim."
Enquanto ao mesmo tempo está coberto de cordas. Por que o que é um ator de Hollywood, na verdade, além de um fantoche? Não importa as cordas físicas ou sem elas, é isso o que ele é, e essa mensagem que os cineastas de Hollywood estão enviando. 
O Grilo proclama que está desistindo:
- "O que um ator quer com uma consciência afinal?"
Esse filme não foi sutil com sua mensagem.
Na cena seguinte, o Strombili conta seu dinheiro enquanto Pinóquio senta na mesa deliciando-se com o carinho que recebeu da plateia. O Strombili em todo aspecto é o Harvey Weinstein. Não estou dizendo que cineastas poderiam prever o futuro, estou dizendo que  Harvey Weinstein é apenas um dos muitos de Hollywood que fez o que fez. Há muitos homens como ele e isso é o que a Disney está representando com o Strombili. O Strombili fez promessas com o estrelado do Pinóquio:
- "Seu rosto estará na língua de todos."
Ele diz fama promissora e ao mesmo tempo apresenta uma insinuação um tanto perturbadora. Quando o Pinóquio tenta sair e ir para casa o Stromboli o prende em uma gaiola. O Pinóquio é sua propriedade para ser usado como ele o vê. Stromboli diz ao Pinóquio que quando ele envelhecer, ele o usará como lenha. Assim como Hollywood joga fora os atores idosos que não são mais aproveitáveis. Pinóquio grita e Strombili ameaça bater nele. Pinóquio grita, e então Strombili manda um beijo perturbador para ele e sai. A Fada Azul aparece e pergunta o que aconteceu. Pinóquio mente para ela. Isso não é necessariamente relevante aqui. Mas, onde o nariz que cresce se encaixa nessa narrativa? O nariz que cresce me parece ser a maneira que Deus pune aqueles que pecam. O nariz é um, indisfarçável, tapa na cara. Como os males das pessoas sempre serão revelados.
A Fada Azul ajuda o Pinóquio e o Grilo a escaparem do Strombili, mas o filme toma um rumo ainda mais sombrio. O João Honesto e o Gideão se encontram com o cacheiro em uma hospedaria. O João se gaba de ganhar dinheiro fácil enganando o Pinóquio quando o cacheiro pergunta se eles gostariam de ganhar dinheiro de verdade. E ele diz:
- "Eu estou recolhendo garotinhos estúpidos."
O cacheiro é a personificação do mal. Ele é o cara que comanda a rede de tráfico infantil, em ambos simbólico e literalmente no filme. O cacheiro diz para João e Gideão que ele quer trazer esses garotos de volta a Ilha dos Prazeres, o que até para eles é uma hesitação. O cacheiro acrescenta:
- "Eles nunca retornam como garotos."
Uma referência literal aqui, e também um duplo sentido, para a perda da inocência que os garotos experimentam na ilha. O João Honesto e Gideão são capazes de mais uma vez tentar o Pinóquio a ir com eles. Assim enviam Pinóquio para a Ilha dos Prazeres. Na chegada ele e os outros garotos novos são encorajados a:
- "Sejam glutões," - Uma referência ao pecado bíblico. - "a Ilha dos Prazeres é cheia de sorvete." - Mas os habitantes de lá estão se empanturrando, brigando, usando drogas e destruindo coisas.
- "Ser malvado é muito divertido, não é?"
Também vemos personagens demoníacos trabalhando para o cacheiro na ilha. Logo é revelado que os garotos que eram levados para a ilha são transformados em jumentos, como os asnos imorais que eles são. Eles são despojados, pois agora eles são apenas carne para os predadores e vendidos para o comércio de escravos. Pinóquio não se torna um burro por completo, enquanto o seu amigo Pavio se torna. Não por Pinóquio ser um boneco, ele começa a relinchar como um jumento e a crescer orelhas de burro e um rabo, mas por não ser tão depravado como os outros e ainda manter alguma inocência, ele sobrevive tempo o suficiente para escapar, e para talvez até mesmo se purificar em um corpo de água. 
Quando o Pinóquio volta para casa, o Geppetto está sumido. Ele descobre que na tentativa de encontrá-lo, Geppetto fora engolido por uma baleia. Uma clara referência ao profeta Jonas da Bíblia, que quando ordenado por Deus para viajar à Nínive, e advertir seus cidadãos a se arrependerem dos seus pecados ou enfrentar a ira de Deus, ele desobedece, foge pelo o mar em uma direção diferente e é engolido por um peixe gigante. Quando Jonas finalmente concorda ir para Nínive, o peixe o vomita e ele convence o povo a se arrepender. A história de Jonas representa a capacidade de se arrepender, e ser perdoado por Deus.
Pinóquio vai salvar seu pai, que está sofrendo a punição pelos pecados do Pinóquio na Ilha dos Prazeres. Porém, por ser corajoso o próprio Pinóquio é redimido por sua desobediência à Fada Azul e ao Grilo. Enquanto ele tenta se mostrar arrependido, Geppetto apenas o perdoa, o pega no colo e esfrega o nariz dele contra o do Pinóquio; porque, de novo, é isso que figuras paternas fazem com seus garotinhos bonecos de marionetes que acabaram de ganhar vida. Pinóquio consegue tirar seu pai da baleia. Como Pinóquio provou ser integro a fada Azul o transformou em um garoto de verdade, ou melhor ainda, ser um garoto de verdade é sobre manter sua essência e pureza, algo que é perdido em busca da fama e da fortuna em Hollywood. 
Conclusão: Há duas narrativas relacionadas ao longo desse filme, a narrativa bíblica e a narrativa maligna de Hollywood. Pinóquio deve evitar o fascínio do abuso carnal de Hollywood, em vez disso seguir no caminho da Bíblia, ou na verdade, do Grilo Falante, para conseguir se tornar humano. Esse é um filme macabro e a obsessão com garotinhos ao longo do filme vai além de perturbadora, senão um sinal explícito dos cineastas como os segredos sombrios de Hollywood na época. Deveríamos ter escutado antes.

Até a próxima!
Link
Claudia Ribas

Claudia Ribas

Professora, Gestora de RH, Escritora.

Relacionadas »
Comentários »